A reapresentação do Flamengo na tarde desta sexta-feira foi tensa no Ninho do Urubu. Com a má fase do time na temporada, alguns torcedores foram para a porta do CT e protestaram, pedindo mais raça e comprometimento dos atletas.

Algumas faixas foram esticadas com frases pedindo mais empenho e cobrando resultados pelo alto investimento que foi feito no elenco. Eliminação na Libertadores e péssimo começo no Brasileiro foram os motivos da insatisfação. 

- Se damos a vida por vocês, exigimos que vocês deem o sangue - foi uma das frases que estava estampada na faixa.


Um dos principais alvos dos torcedores foi o goleiro Muralha, que foi muito mal nos últimos meses. Clima chegou a ficar um pouco tenso e torcedores protestavam com fogos de artifício.

De acordo com informações do Esporte Interativo, torcedores tacaram alface em um carro parecido com o do goleiro Alex Muralha. Alguns policiais estavam presentes no local e tentavam facilitar as entradas dos jogadores para o treinamento desta sexta-feira.

- Alto investimento, pouca resposta - dizia outra faixa dos rubro-negros. 

Eram cerca de 40 torcedores do Flamengo que cobravam, pediam raça e acabaram tumultuando a entrada do centro de treinamento. Jogadores passavam pelo meio deles e tinha dificuldades com os carros. Seguranças e Policiais tiveram trabalho, usaram gás de pimenta e bala de borracha para conter os ânimos. 

Na internet, assunto foi um dos mais comentados no Twitter e principais alvos dos rubro-negros eram Márcio Araújo, Muralha e o treinador Zé Ricardo. 

O Flamengo volta a campo no próximo final de semana contra o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro, na Ressacada. Time venceu apenas uma na Série A em cinco jogos. Outros resultados foram três empates e duas derrotas.


Fonte: Lance