GuidePedia

0
Os torcedores do Flamengo receberam a triste notícia, na manhã desta terça-feira, de que o meia Ederson está com um tumor no testículo. A doença foi descoberta após o jogador ser submetido a exame antidoping, que deu positivo. O atleta de 31 anos será submetido a uma cirurgia e ficará afastado por tempo indeterminado dos campos. Para animar o seu camisa 10, o Rubro-negro iniciou uma campanha de solidariedade pelas redes sociais.
Em seu perfil no Twitter, o clube publicou uma foto de Ederson e avisou que “40 milhões de torcedores vão estar ao lado dele” nessa dura batalha para superar o problema. A hastag #ForçaEderson iniciada pelo clube ganhou o primeiro lugar nos Trending Topics do Brasil.
“Estaremos juntos nessa luta, @ederson! Somos 40 milhões ao seu lado”, escreveu a rede social do time.
O Flamengo também trocou a foto do seu avatar e colocou uma imagem da camisa 10, justamente a usada pelo meia. Até mesmo clubes rivais, como Botafogo, Fluminense, Santos, Chapecoense, Atlético-GO, Ponte Preta e Paysandu demonstraram seu apoio ao jogador. O Juventude, ex-clube de Ederson, publicou uma foto do atleta mais jovem e também deixou a sua solidariedade.
A Lazio, clube onde Ederson saiu para assinar com o Flamengo, também desejou sorte ao seu ex-jogador. "No campo você nunca desiste, temos certeza que você não vai fazê-lo agora também!", disse o tuíte do time italiano.

A descoberta
O jogador concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta terça-feira no Ninho do Urubu, ao lado do presidente Eduardo Bandeira de Melo, do diretor de futebol, Rodrigo Caetano, e do médico Márcio Tannure.
– Nesse momento é até difícil ter palavras, me impactou muito. Mas agora sabendo de tudo, como o doutor explicou, estou triste por essa notícia. Porém, estou muito tranquilo, ciente dos dias que virão pela frente. Sei que vai ser só mais uma batalha na minha vida. Pensamento positivo, agradecer a todos, da comissão, do clube. Fiz questão de reunir e explicar para eles – disse o jogador,
O médico do clube explicou como os cuidados com o atleta foram feitos até descobrir qual seria o real problema dele.
– Atleta teve resultado analítico adverso positivo para doping. A gente suspeitou que pudesse, por todo histórico do atleta, com toda a confiança que a gente tem nele, que isso pudesse ser patologia do atleta. Descobrimos que o atleta tem um tumor no testículo – disse o médico.


Fonte: Extra

Postar um comentário

 
Top