GuidePedia

0
A Primeira Liga foi criada em 2016 como forma dos clubes “enfrentarem” a CBF. Alguns, insatisfeitos com os fracos estaduais, se reuniram e deram vida ao torneio amistoso, que contaria com algumas das principais equipes do futebol brasileiro. 
A princípio, a ideia era que fosse bem mais rentável que os estaduais, levando mais público aos estádios e mais patrocinadores.
Em 2016, o certame foi considerado um sucesso. Entretanto, em 2017, com a competição sendo esticada ao longo da temporada, várias falhas puderam ser vistas. A principal, sem dúvidas, é o desinteresse dos clubes em disputá-la, mandando a campo, normalmente, equipes alternativas.
O Flamengo foi um dos clubes que liderou o movimento para a criação do torneio. Nesta quarta-feira, vai até o Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), enfrentar o Paraná, pelas quartas de final. O presidente Eduardo Bandeira de Mello adota o discurso de que o time vai em busca do título, pelo elenco montado ao longo da temporada.
“A Primeira Liga é um torneio amistoso que estamos disputando com a mesma seriedade que fazemos nas outras competições deste ano. E queremos ser campeões, assim como na Copa do Brasil, Sul-Americana e Campeonato Brasileiro. Montamos um elenco capaz de representar o clube à altura das nossas tradições em todas as competições.”, afirmou, através da assessoria do clube ao jornal Extra.
Veja mais:
Internamente, no entanto, se discute a validade deste formato. A princípio, uma rodada de conversa com os clubes participantes acontecerá, com o intuito de pensar em novidades para 2018. O certo é que, na avaliação dos dirigentes, a fórmula atual não tratá longevidade do torneio.
O discurso de Bandeira é o mesmo dos jogadores, que destacaram nas entrevistas que entrarão em campo buscando a classificação para os jogos finais.
“Muitos não dão importância à Primeira Liga. O Flamengo tem que chegar bem. Entrar para vencer sempre”, avisou Rômulo.
Caso o Mais Querido derrote o Paraná nesta quarta-feira, às 21h45, enfrentará o vencedor de Atlético-MG e Internacional, no sábado, ainda sem horário ou estádio definidos.

Fonte: Coluna do Flamengo



Postar um comentário

 
Top