GuidePedia

0

Apesar de admitir que preferia jogo de volta da decisão da Copa do Brasil diante da torcida, meia rubro-negro não chega ver ordem dos mandos como fator determinante.

Decisivo na semifinal da Copa do Brasil ao marcar o gol da classificação do Flamengo na vitória sobre o Botafogo, o meia Diego acompanhou de perto o sorteio que definiu os mandos de campo da final e não gostou muito do resultado, mas tratou de minimizar a importância da ordem dos jogos - o primeiro na casa rubro-negra e o segundo com mando dos mineiros. Para o camisa 10 rubro-negro, o fato de decidir em Belo Horizonte não dá favoritismo à Raposa . Ele acredita que os dois clubes chegam em condições iguais de brigar pelo título 

- Não muda. Claro que se pudéssemos escolher, eu escolheria jogar o segundo jogo em casa, mas não é um fator determinante. Continuamos com 50% de chance, assim como o Cruzeiro, e acho que a melhor forma é viver jogo a jogo. Vamos buscar a vitória nesse primeiro jogo , sem dúvida nenhuma, e no Mineirão não vai ser diferente - considerou. 
Com a definição, falta decidir o local da partida que terá o Flamengo como mandante. A intenção é que o jogo - dia 7 de setembro - seja no Maracanã, o que ainda está sendo negociado. Para o técnico Reinado Rueda, independentemente do local e a da ordem dos confrontos, a preocupação é com a postura da equipe.
- Sempre temos de sair para buscar o jogo e é importante marcar adiante, partindo da ordem de evitar que o rival marque. Creio que por aí passa a premissa. Em uma final, isso vai ser determinante, e que assim seja - disse o treinador. 
O jogo de volta será dia 27 de setembro, no Mineirão. Na final da competição não tem o critério de desempate do gol fora de casa.


Fonte: SporTV

Postar um comentário

 
Top