GuidePedia

0
Uma das diferenças do Flamengo que terminou 2017, ainda  sob o comando de Reinaldo Rueda, e o atual time é a liberdade que os laterais têm para atacar, especialmente pelo lado direito. 

Paulo César Carpegiani "liberou" os atletas, que, no fim do Brasileirão e Sul-Americana, priorizavam a parte defensiva.

Neste início de trabalho, o técnico deu oportunidade tanto a Pará quanto a Rodinei. Os dois atuaram em quatro partidas, mas o segundo cresceu nas últimas rodadas e é o favorito para iniciar o jogo contra o River Plate, pela Libertadores, na próxima quarta-feira no Estádio Nilton Santos, às 21h45.

Na goleada sobre o Madureira, quarta, Rodinei fez boa dobradinha com Éverton Ribeiro pela direita. Os dois fizeram boas tabelas e chegaram com frequência à linha de fundo. Assim, a dupla passa a ser uma das armas do Fla.
Pelo lado esquerdo, Renê é o atual titular e tem características mais defensivas do que o concorrente Trauco. No entanto, Éverton e Lucas Paquetá produzem ofensivamente e também dão sua contribuição defensiva quando necessário.

Sem querer correr riscos para a estreia na Libertadores, Carpegiani deixará os titulares no Rio de Janeiro enquanto os demais jogadores irão para Cuiabá, onde será disputado o clássico contra o Fluminense, pelo Carioca, no sábado.


Fonte: Lance

Postar um comentário

 
Top