GuidePedia

0
Após ser eleito presidente do Flamengo no início de 2013, Eduardo Bandeira de Mello vai chegando ao fim do seu mandato no clube mais popular do país. 
O lema da atual diretoria sempre foi colocar em ordem as finanças do clube durante o primeiro triênio, e investir pesado no futebol após a reeleição.
Durante este período, o presidente Rubro-negro teve quatro diretores executivos de futebol: Paulo Pelaipe (2013-14), Felipe Ximenes (2014), Rodrigo Caetano (2015-18) e Carlos Noval, que assumiu o cargo na atual temporada. O título mais importante da gestão, até aqui, foi a Copa do Brasil de 2013.
Com o passar dos anos, o Flamengo foi se reforçando cada vez mais com contratações de peso, consequentemente mais caras para aquisição e custo mensal, com salário e imagem. Ao todo, são mais de 70 atletas contratados – nem todos com a compra de direitos econômicos – muitos vieram por empréstimo, principalmente nos primeiros anos de gestão.



Nos últimos dois anos a diretoria comandada por Eduardo Bandeira de Mello conseguiu uma maior arrecadação com venda de jogadores para o exterior, por exemplo: a saída do lateral-esquerdo Jorge para o Monaco, a ida de Felipe Vizeu para Udinese, e principalmente os valores recebidos do Real Madrid pelo jovem Vinicius Júnior. O clube também recebeu uma boa quantia no mercado nacional, quando o São Paulo pagou o valor da multa rescisória para levar o meia-atacante Everton.
Com a era Bandeira chegando ao fim, o Torcedores.com resolveu fazer um levantamento das contratações que o Flamengo fez durante todo esse período do mandatário na Gávea.
*Jogadores da base não estão incluídos.

·         Contratações 2013:
Elias (volante)
JoãoPaulo (lateral-esquerdo)
Wallace
Reis (zagueiro)
Paulinho (atacante)
Gabriel (meia-atacante)
Bruninho (meia-atacante)
André
Santos (lateral-esquerdo)
Chicão (zagueiro)
Marcelo
Moreno (atacante)
Diego
Silva (volante)
Val (volante)
Carlos Eduardo (meia-atacante)

·         Contratações 2014:
Márcio A
raújo (volante)
Léo (lateral-direito)
Alecsandro (atacante)
Lucas
Mugni (meia)
Canteros (volante)
EduardodaSilva (atacante)
Marcelo (zagueiro)
Elano (meia)
Élton (centroavante)
Arthur (meia-atacante)
AndersonPico (lateral-esquerdo)
Erazo (zagueiro)
Feijão (volante)
Everton (meia-atacante)

·         Contratações 2015:
Marcelo Cirino (atacante)
Pará (lateral-direito)
Jonas (volante)
Alan Patrick (meia)
Emerson Sheik (atacante)
Thallyson (lateral-esquerdo)
Arthur Maia (meia)
Kayke (atacante)
Bressan (zagueiro)
César Martins (zagueiro)
Ayrton (lateral-direito)
Ederson (meia)
Almir (meia)
Armero (lateral-esquerdo)
Guerrero (atacante)

·         Contratações 2016:
Willian Arão (volante)
Muralha (goleiro)
Rodinei (lateral-direito)
Mancuello (meia)
Cuéllar (volante)
Rafael Vaz (zagueiro)
Juan (zagueiro)
Fernandinho (atacante)
Réver (zagueiro)
Diego Ribas (meia)
Chiquinho (lateral-esquerdo)
Leandro Damião (atacante)
Donatti (zagueiro)
Antônio Carlos (zagueiro)
Arthur Henrique (lateral-esquerdo)

·         Contratações 2017:
Trauco (lateral-esquerdo)
Berrío (atacante)
Éverton Ribeiro (meia)
Renê (lateral-esquerdo)
Rômulo (volante)
Diego Alves (goleiro)
Rhodolfo (zagueiro)
Geuvânio (atacante)
Conca (meia)

·         Contratações 2018:
MarlosMoreno (atacante)
JulioCesar (goleiro)
HenriqueDourado (atacante)
Fernando Uribe (atacante)
PirisdaMotta (volante)
Vitinho (atacante)
O ataque do Flamengo foi o setor mais reforçado desde que Eduardo Bandeira de Mello assumiu a presidência do clube da Gávea. Ao todo, foram 18 atacantes contratados, 3 goleiros, 4 laterais-direitos, 9 laterais-esquerdos, 12 zagueiros, 11 volantes e 14 meias.


Fonte: Torcedores.com

Postar um comentário

 
Top