GuidePedia

0
Segundo melhor mandante do Brasileiro, time tem falhado em momentos decisivos dentro de casa. Dorival rechaça pressão extra: "Você não sabe o que é jogar contra a torcida do Flamengo"

Entupido de rubro-negros e com uma atmosfera contagiante, o Maracanã teve um sábado daqueles de cartão postal. A torcida cantou durante 90 minutos, aplaudiu o esforço do time no fim, mas uma vez mais foi para casa com um gosto amargo. O Flamengo empatou por 1 a 1 com o Palmeiras e falhou na missão de se aproximar do líder. Mais um tropeço em jogo decisivo no estádio. Algo que virou uma infeliz rotina em 2018.
O Maracanã sempre foi e continua sendo um grande aliado do Flamengo. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, em 15 jogos, o time venceu 12, empatou um e perdeu apenas dois no estádio. Marcou 25 gols e sofreu somente cinco. Em jogo decisivos, no entanto, o Rubro-Negro tem deixado a desejar na temporada. O empate com o Palmeiras engrossou a lista.



Tropeços no Maracanã custaram caro na Libertadores e na Copa do Brasil. No Carioca a eliminação para o Botafogo, na semifinal, ocorreu no estádio. Mas o que acontece com o Flamengo que se acostumou a conquistas diante de sua torcida? A pressão por resultados expressivos em jogos decisivos diante de seu torcedor seria um peso a mais para o time? Dorival Júnior rechaçou a tese.

- Não. Queremos sempre o torcedor por perto. Você não faz ideia do que é jogar contra a torcida do Flamengo – disse o treinador.

- Tivemos posse de bola, infiltrações, criamos boas oportunidades. No último toque não fomos felizes. Mas a equipe buscou, foi intensa, se expôs. Proporcionamos apenas um. Questão de jogo. O Flamengo foi para cima e buscou o gol a todo momento. Fizemos um grande jogo. Infelizmente não conseguimos finalizar - anlisou Dorival.

Confira abaixo a lista de tropeços recentes do Flamengo em jogos importantes no Maracanã.

Brasileiro
O empate com o Palmeiras foi frustrante para os mais de 60 mil rubro-negros no Maracanã. Os aplausos contidos no fim mostram, de certa forma, que a torcida até reconheceu o esforço. O Flamengo segue vivo na briga pelo título, mas desperdiçou a oportunidade de incendiar o Brasileiro. A distância para a equipe paulista, que se manteve em quatro pontos, poderia ter caído para um. É consenso que o Rubro-Negro foi melhor, mas no fim quem comemorou foi o time de Felipão.

Flamengo 0 x 1 São Paulo

O Flamengo nadou de braçada no Brasileiro antes da Copa. Logo no primeiro jogo após o Mundial, enfrentou o vice-líder São Paulo. Derrota por 1 a 0 no Maracanã, no jogo que marcava o encontro entre os dois melhores times do campeonato. Era a chance de ampliar a vantagem. Mas a derrota marcou o início de uma sequência complicada, que afastou o time das primeiras colocações.
Libertadores
 O Flamengo deu adeus à Libertadores no Mineirão, mas é unânime que o time deixou a vaga nas quartas de final escapar dentro de casa. No jogo de ida, no Maracanã, derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro. A atuação apática custou caro. Em Belo Horizonte, o Rubro-Negro lutou, venceu por 1 a 0, mas não teve forças para se recuperar do resultado no Rio de Janeiro.

Copa do Brasil
Flamengo 0 x 0 Corinthians
Seria injusto falar da competição sem recordar da importante vitória por 1 a 0 em casa, quando o Flamengo bateu o Grêmio nas quartas de final. Na fase seguinte, no entanto, tropeço no Maracanã. Contra o Corinthians, um time reconhecidamente mais fraco tecnicamente, o Rubro-Negro não conseguiu marcar nenhum gol. O empate por 0 a 0 frustrou mais de 50 mil torcedores. A equipe foi eliminada duas semanas depois com derrota em São Paulo.

Fla repete sina de 2017
Os tropeços em jogos decisivos no Maracanã em 2018 têm sido constantes, mas não são exclusividades dessa temporada. No ano passado, por exemplo, o time falhou em duas decisões em casa. Na Copa do Brasil, empate por 1 a 1 com o Cruzeiro no jogo de ida. A Raposa conquistou o campeonato nos pênaltis, em Belo Horizonte.

Na Sul-Americana foi pior. Após perder na Argentina para o Independiente, o Flamengo apenas empatou por 1 a 1 no Maracanã e viu mais um troféu escapar pelos dedos.


Fonte: Globo Esporte 

Postar um comentário

 
Top