GuidePedia

0
Volante rubro-negro reconhece temporada abaixo das expectativas e aponta balanço negativo. Rubro-Negro está sete pontos atrás da liderança do Brasileirão.

O ambiente não está para sorrisos no Ninho do Urubu. Após a derrota no clássico diante do Botafogo, que deixou a briga pelo título improvável, o semblante do grupo do Flamengo deixou evidente a frustração.

Nesta terça-feira, Cuéllar concedeu coletiva de imprensa antes do treinamento do Flamengo e reconheceu que a temporada caminha para um fim longe do ideal.

- Para a grandeza do Flamengo, o balanço não é positivo. Temos que brigar pelo título e ficamos fora na Copa do Brasil, Libertadores, Estadual... O ano não é bom e temos que reconhecer. Pela qualidade do elenco, já devíamos ter ganhado algo. Temos que refletir - disse o volante.

A cinco jogos do fim do Brasileirão, o Flamengo está a sete pontos do líder Palmeiras. Por mais que seja difícil, Cuéllar mantém no discurso de que ainda é possível brigar. Matematicamente, ainda há chances remotas de título.

- Chegamos todos os dias no clube para trabalhar e melhorar no que erramos. A cabeça ainda está no título. Temos possibilidades matemáticas e vamos brigar. Ficou mais difícil ainda, mas ainda temos como brigar (... ) O Flamengo está muito perto de ganhar muita coisa pela infraestrutura, por melhorar o elenco a cada ano. Temos que ainda pensar no título (do Brasileirão) e a cada jogo corrigir os erros que não têm impedido de ganhar algo - disse o camisa 8.

Mais trechos da entrevista:

 

Metas:

Nossa ideia desde o começo do ano é estar na Libertadores e brigando por coisas importantes. O Brasileiro é complicado por isso. Até o fim, está todo mundo brigando. Temos que estar ligados para não deixar que os que estão atrás atrapalhem.

Não estamos pensando em hipótese nenhuma ficar fora da Libertadores. Temos um elenco muito bom e isso não pode acontecer. Respeitamos nossos rivais, mas pensamos em ficar mais perto do líder e, consequentemente, da vaga.

Distância para o Palmeiras:

Estamos a procura do líder. Não estamos olhando para quem está atrás, com todo o respeito aos outros times. Estamos a sete pontos do líder e queremos diminuir a distância para chegar com chance até a última rodada.

Atuação ruim contra o Botafogo:

Não tivemos uma noite feliz contra o Botafogo. Passa mais por isso. Um pouco de concentração, estar mais ligado no jogo. Tivemos uma semana de treinamentos em alto nível, mas não tivemos uma noite boa. Estivemos um pouco abaixo do nível que vínhamos demonstrando contra o Palmeiras, contra o São Paulo. Não conseguimos manter no primeiro tempo. Temos que entrar mais ligados no próximo jogo.



Fonte: Globo Esporte

Postar um comentário

 
Top