GuidePedia

0
FOTO: REPRODUÇÃO/SPORTV

A polêmica atitude de Diego Alves segue sem uma solução no Flamengo. A diretoria tenta tratar internamente a situação, mas as discussões permanecem na imprensa.

 Em entrevista concedida ao programa “Bem, Amigos“, do canal SporTV, Dorival Júnior afirmou que preferia contar com todo o elenco e mencionou o desgaste adquirido com a repercussão do caso.
– Preferia que todos nós estivéssemos juntos. Independentemente dessa situação. Nunca é saudável, principalmente para quem dirige. Você quer contar com todo o grupo e sua equipe de trabalho. Por isso falo que continuo tendo respeito por ele (Diego Alves), independentemente do que tenha acontecido. É a opinião dele -, disse o treinador.
Dorival também ressaltou que, mesmo com toda a situação, o Flamengo tem que prevalecer e deve estar acima de todas as coisas, assim como os funcionários, que devem procurar fazer o melhor pelo clube.
– Independentemente do que aconteceu, eu não tenho nada contra, jamais terei contra um profissional. Respeito e acho que temos é de pensar no melhor para o Flamengo. Acho que a entidade deve estar acima de tudo, independente das atitudes individuais, quer seja do nosso lado ou do lado oposto. O Flamengo tem que prevalecer, e nós temos que fazer o melhor pelo clube.
O treinador rubro-negro também falou sobre o goleiro César e chegou a ser perguntado se voltaria a utilizar Diego Alves nesta temporada, mas desconversou e relembrou da recuperação do atleta após entorse sofrida no joelho direito.
– César já conhecia de um tempo atrás. Na primeira chegada ao Flamengo, era o terceiro ou o quarto goleiro e tinha um futuro brilhante pela frente. Foi bem nas primeiras partidas quando cheguei. Em relação ao Diego, estão sendo tomados todos os cuidados possíveis. Ele teve uma lesão, está sendo tratado e acompanhado por todos os profissionais do clube -, concluiu o técnico.
Sem contar com Diego Alves desde a sua chegada ao Flamengo, Dorival Júnior terá ainda mais complicações para o próximo duelo, contra o Santos, na quinta-feira (15). O comandante rubro-negro não poderá utilizar os jogadores Renê, Willian Arão e Lucas Paquetá, já que precisarão cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo levado na última rodada, diante do Botafogo. O embate com o Peixe será disputado no Maracanã, às 17h (horário de Brasília).


Fonte: Coluna do Flamengo 

Postar um comentário

 
Top