GuidePedia

0

Há exatos 19 anos, presidente do Flamengo preparava lista de dispensas para quem fizesse “corpo mole”



O Flamengo vive momento conturbado na atual temporada. Após a derrota para o rival Botafogo, a equipe carioca viu o sonho da conquista do Campeonato Brasileiro praticamente “ir por água abaixo”. Os torcedores, ávidos por mudanças e descontentes com as atuações do elenco, clamam pela saída de jogadores contestados no plantel. Há exatos 19 anos atrás, o cenário não era muito diferente do que é visto hoje no clube.

O então presidente do Fla à época, Edmundo dos Santos Silva, preparava uma lista de dispensas com os jogadores que fizessem “corpo mole nos jogos”. A iniciativa se deu por conta da eliminação da equipe no Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o Rubro-Negro terminou a primeira fase do torneio na 12ª colocação, não conseguindo se classificar para a fase final.
Os jogadores absolvidos previamente por Edmundo foram Clemer, Carlinhos, Romário e Leandro Ávila: “Não sou maluco de mudar o time a cada seis meses. Há pessoas que eu adoro e que vão ficar no ano que vem“, disse o presidente à época, citando os atletas. No entanto, Romário acabou tendo contrato rescindido por decisão do próprio mandatário do clube.
No atual cenário, os torcedores seguem pedindo a saída de alguns jogadores, justificando falta de comprometimento e rubro-negrismo. Nos bastidores, a diretoria já entende que 2018 chegou ao fim e intensifica o planejamento para a próxima temporada, mesmo ainda não havendo uma decisão sobre quem comandará o clube nos próximos três anos. As eleições presidenciais acontecem somente no dia 8 de dezembro. Dentro das quatro linhas, a equipe se prepara para enfrentar o Santos, na próxima quinta (15), pela 34ª rodada do Brasileirão.


Fonte: Coluna do Flamengo 

Postar um comentário

 
Top