GuidePedia

0
Após o empate com o São Paulo, no último domingo (04), que foi prejudicial para as ambições do Flamengo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. 

Os gols perdidos pela equipe no confronto foram foco de cobrança por parte da torcida, insatisfeita com o rendimento, e de comentários na imprensa esportiva. De acordo com a opinião do comentarista Mario Marra, da ESPN, o Rubro-Negro chega ao final da temporada sem um nome certo no comando de ataque.

Segundo o jornalista, o problema da equipe não é conseguir fazer os gols, já que possui, atualmente, o melhor ataque da competição. De acordo com ele, o que o Flamengo precisa solucionar é a posição do centroavante, a qual Marra diz que não se pode “cravar as fichas”. Desde que Dorival Júnior assumiu o comando da equipe, o colombiano Fernando Uribe vem sendo o titular.
— O problema do Flamengo não é fazer gol. Isso é uma resposta automática, porque qual é o melhor ataque? O do Flamengo. Mas talvez seja a posição de maior dúvida. Você pode questionar se vai ter um meio com o Arão, sem o Arão, você vai questionar se o Diego volta. A dupla de zaga, durante um tempo, foi questionada. O gol, atualmente. Mas todas essas posições apresentaram soluções. O ataque, não dá pra cravar as fichas. E o ataque, que eu quero dizer, é o fazedor de gols, o “nove”. Mas o time não sente isso. Perdeu os gols, mas se a gente fizer um esforço, o Grêmio perde muito gol, o São Paulo perde muito gol, o Inter perde muito gol. O Flamengo cria muito, e talvez o índice seja mesmo esse. Produz, perde três, mas faz dois. Confesso que nunca parei para fazer essa conta, mas o Flamengo produz bastante.
Além da posição do centroavante, outro ponto levantado pelo jornalista foram as laterais do clube, também foco de reclamações dos torcedores. De acordo com ele, o Flamengo precisa repensar os nomes da posição para a temporada de 2019, pois os atletas do atual elenco não teriam como cumprir o nível de exigência nas competições que o Rubro-Negro terá pela frente no calendário. Além disso, Marra afirmou que o gol de Rodinei contra o São Paulo não pode ser critério para avaliação.
— Eu não acho que seja um ponto de tanto incômodo assim, mas acho que é a posição mais aberta pensando na próxima temporada, além de laterais. As laterais são gritantes. As laterais gritam, melhor dizendo. Não quer dizer nada. O Pará fez recentemente, também. O Trauco fez alguns bons jogos, o Renê… Pensando no elenco e na exigência do Flamengo ser campeão, são alguns “calos” que apertam o sapato.
Ocupando a terceira posição na tabela do Campeonato Brasileiro, com 60 pontos, o Flamengo está atrás de Internacional, que tem 61, e Palmeiras, com 66. Restando apenas seis jogos para o final, o Rubro-Negro ainda acredita no título da competição. Para isso, precisa fazer sua parte nos compromissos restantes e secar os rivais diretos na briga. O próximo adversário do Urubu é o Botafogo, no próximo sábado (10), no Nilton Santos, às 19h (horário de Brasília).



Fonte: Coluna do Flamengo  

Postar um comentário

 
Top