GuidePedia

0

Utilização do uniforme azul está fora dos planos; são cerca de 15 mil peças no estoque


Recém-lançadas, as camisas 1 (rubro-negra) e 2 (branca) do Flamengo fazem sucesso com o público e estão vendendo como água. É o oposto do que acontece com o terceiro uniforme do time, azul.
Lançada no fim de julho do ano passado e feita de plástico reciclável, a camisa 3 está encalhada nas lojas. São cerca de 15 mil peças estocadas. A procura por ela é baixíssima, principalmente pelo fato de o time não usá-la em campo. E não é por acaso. A diretoria atual optou por encostar o uniforme, que não remete à tradição rubro-negra. A prioridade é usar sempre o uniforme número 1. Quando isso não for possível, o 2. Mas o 3 está fora dos planos.

A Adidas, fornecedora de material esportivo do Flamengo, ficou preocupada com a baixa venda da camisa azul e chegou a fazer um apelo ao clube para utilizá-la mais, mas não foi atendida.
O GloboEsporte.com fez contato com a Adidas, que "não confirma nem comenta as informações de vendas do produto".
O atual terceiro uniforme foi utilizado apenas duas vezes pelo Flamengo. No empate por 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro, em julho de 2018, e na derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, em agosto, ambos pelo Campeonato Brasileiro do ano passado.

 A cor azul foi escolhida em alusão às praias do Rio de Janeiro. E o material é feito por meio de plásticos retirados do oceano e com poliéster reciclado, com o intuito de economizar recursos do planeta e reduzir as emissões de poluentes.
A expectativa é de que o novo terceiro uniforme seja lançado nos próximos meses. Mesmo antes disso, o atual já está em promoção nas lojas. No "Espaço Rubro-Negro", por exemplo, o preço caiu de R$ 249,90 para R$ 149,90. Também aparece em um shopping outlet do Rio de Janeiro no valor de R$ 119,99.


Fonte: Globo Esporte (GE)





Postar um comentário

 
Top